Скачать презентацию Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership Скачать презентацию Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership

5909d1bd9e467f9cc36aa07bf3413bc1.ppt

  • Количество слайдов: 12

Parceria para Governo Aberto – Open Government Partnership (OGP) 1ª Conferência Anual de Alto-Nível Parceria para Governo Aberto – Open Government Partnership (OGP) 1ª Conferência Anual de Alto-Nível da Parceria para Governo Aberto - OGP Roberta Solis Ribeiro Assessoria Internacional - CGU Conselho da Transparência Brasília – abril de 2012

Open Government Partnership Histórico: • Assembleia Geral da ONU, setembro 2010: discurso do Presidente Open Government Partnership Histórico: • Assembleia Geral da ONU, setembro 2010: discurso do Presidente Barack Obama • 20 e 21 de Janeiro 2011 – reunião em Washington. Bases da Parceria Internacional. Composição do Steering Committee/Comitê Diretor: • Governos: Brasil, África do Sul, Estados Unidos, Filipinas, Indonésia, México, Noruega e Reino Unido • ONGs: African Center for Open Governance (Quênia), Instituto de Estudos Socioeconômicos (Brasil), Instituto Mexicano para la Competitividad (México), International Budget Project (Intl. ), MKSS (Índia), National Security Archives (EUA), Revenue Watch Institute (Intl), Transparency and Accountability Initiative (Intl), Twaweza (Tanzânia)

Open Government Partnership – Parceria para Governo Aberto Critérios Mínimos de Participação: - Transparência Open Government Partnership – Parceria para Governo Aberto Critérios Mínimos de Participação: - Transparência Orçamentária - Acesso à Informação - Divulgação de Declarações Patrimoniais pelas Autoridades - Liberdades Civis e Participação Social

Países que atendem aos critérios mínimos 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. Países que atendem aos critérios mínimos 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. 22. 23. 24. 25. 26. ÁFRICA DO SUL* ALB NIA ALEMANHA ARMÊNIA AUSTRÁLIA ÁUSTRIA AZERBAIJÃO BÉLGICA BOSNIAHERZEGOVINA BRASIL* BULGÁRIA CANADÁ CHILE COLÔMBIA CORÉIA DO SUL COSTA RICA CROACIA REPÚBLICA TCHECA DINAMARCA REPÚBLICA DOMINICANA EQUADOR EL SALVADOR ESLOVÁQUIA ESLOVÊNIA ESPANHA ESTADOS UNIDOS* 28. 29. 30. 31. 32. 33. 34. 35. 36. 37. 38. 39. 40. 41. 42. 43. 44. 45. 46. 47. 48. 49. 50. 51. 52. 53. 54. 55. ESTÔNIA FILIPINAS* FINL NDIA FRANÇA GANA GEÓRGIA GRÉCIA GUATEMALA HOLANDA HONDURAS HUNGRIA ISL NDIA ÍNDIA INDONÉSIA* IRLANDA ISRAEL ITÁLIA JAMAICA JAPÃO JORD NIA LETÔNIA LIBÉRIA LITU NIA LUXEMBURGO MACEDÔNIA MALTA MÉXICO* MOLDÁVIA 55. 56. 57. 58. 59. 60. 61. 62. 63. 64. 65. 66. 67. 68. 69. 70. 71. 72. 73. 74. 75. 76. 77. 78. 79. MONGÓLIA MONTENEGRO NEPAL NORUEGA* NOVA ZEL NDIA NICARÁGUA PAQUISTÃO PANAMÁ PARAGUAI PERU POLÔNIA PORTUGAL QUÊNIA REINO UNIDO* ROMÊNIA RÚSSIA SUÉCIA SUIÇA TANZ NIA THAILAND TRINIDAD E TOBAGO TURQUIA UGANDA UCR NIA URUGUAI

Atendendo aos critérios mínimos, deve o país concordar com: 1) Endossar a Declaração de Atendendo aos critérios mínimos, deve o país concordar com: 1) Endossar a Declaração de Princípios de Open Government. 2) Apresentar um Plano de Ação nacional compromissos que façam avançar a agenda de governo aberto do país (transparência, luta contra corrupção, engajamento cidadão e abertura governamental). 3) Desenvolver o Plano de Ação por meio de amplas consultas a diversos atores nacionais, públicos e não públicos. 4) Comprometer-se com uma auto-avaliação e com uma avaliação independente do progresso na implementação dos compromissos assumidos. 5) Contribuir para avanços em outros países, compartilhando boas práticas, expertise, tecnologia e recursos e prestando assistência técnica.

Países Participantes 1. Albânia 2. Armênia* 3. Azerbaijão 4. Bulgária 5. Canadá 6. Chile Países Participantes 1. Albânia 2. Armênia* 3. Azerbaijão 4. Bulgária 5. Canadá 6. Chile 7. Colômbia 8. Coréia 9. Croácia 10. Costa Rica* 11. Dinamarca* 12. El Salvador 13. Eslováquia 14. Espanha 15. Estônia 16. Gana 17. Geórgia 18. Grécia* 19. Guatemala 20. Holanda 21. Honduras 22. Israel 23. Itália 24. Jordânia 25. Letônia 26. Libéria 27. Lituânia 28. Macedônia 29. Malta 30. Moldávia 31. Mongólia 32. Montenegro 33. Panamá* 34. Paraguai* 35. Peru 36. Quênia 37. Republica Dominicana 38. Republica Tcheca 39. Romênia 40. Sérvia* 41. Suécia 42. Tanzânia 43. Trinidade e Tobago* 44. Turquia 45. Ucrânia 46. Uruguai Total de 54 países = 8 países fundadores + 46 novos *Adesão após Setembro 2011 e até Janeiro de 2012 *Adesão após Janeiro de 2012

Reuniões da Parceria para Governo Aberto Washington, EUA: 11 e 12 de Julho 2011 Reuniões da Parceria para Governo Aberto Washington, EUA: 11 e 12 de Julho 2011 – reunião do Comitê Diretor e evento de apresentação da OGP a novos países. Nova Iorque, EUA: 19 e 20 de setembro de 2011 – reunião do Comitê Diretor, Conferência “O Poder da Abertura de Dados” e Lançamento Oficial da OGP (Chefes de Estado) Brasília, Brasil: 06 e 07 -08 Dezembro 2011 – Reunião do Comitê Diretor e 1ª Reunião de Troca de Experiência com novos Países Participantes

Próxima Etapa da Parceria para Governo Aberto Abril 2012 – Conferência Anual da OGP Próxima Etapa da Parceria para Governo Aberto Abril 2012 – Conferência Anual da OGP e Adesão oficial de novos Países Endosso da Declaração e Depósito dos Planos de Ação por novos países participantes, que formalizem sua intenção de aderir até dezembro de 2011. Possibilidade de formalização da intenção de aderir à iniciativa por outros novos países.

1ª Conferência Annual da Open Government Partnership Datas – 17 e 18 de abril 1ª Conferência Annual da Open Government Partnership Datas – 17 e 18 de abril de 2012 Local – Centro de Convenções Ulysses Guimarães Participantes – 54 governos da OGP, ONGs, Setor privado, Observadores (organizações internacionais e governos), imprensa e Abril 2012 – Conferência Anual da OGP academia. Previsão estimada de 700 participantes. Abertura – participação da Presidenta Dilma Rousseff, do Presidente da Tanzânia, do Primeiro-Ministro da Geórgia e da Secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton. Objetivos – adesão oficial de 42 novos países e aprofundamento das discussões sobre governo aberto (em especial, futuro da transparência e como avançar na participação social).

1ª Conferência Annual da Open Government Partnership Sessões Regionais – apresentação dos planos de 1ª Conferência Annual da Open Government Partnership Sessões Regionais – apresentação dos planos de ação dos 42 novos países e atualizações dos 8 países fundadores Debates temáticos e estratégicos – transparência online e offline, acesso a informação, prestação de serviços públicos, dados abertos, papel do Legislativo, transparência fiscal e orçamentária, responsabilidade e desafios da abertura de informações, mensuração de impacto, etc. Eventos paralelos – organizados por diversa instituições e sobre diversos temas em governo aberto. Aldeia da Inovação – espaço de exposições para governos, ONGs e setor privado Transparência Hacker day – análise de dados planos de ação, dados do Banco Mundial, etc. – dados abertos

1ª Conferência Annual da Open Government Partnership à Mais informações sobre a Conferência, incluindo 1ª Conferência Annual da Open Government Partnership à Mais informações sobre a Conferência, incluindo agenda, logística e lista de participantes em: http: //www. opengovpartnership. org/Brasilia 2012 http: //www. cgu. gov. br/Prevencaoda. Corrupcao/Compromissos. Internacio nais/ogp/index. asp à Inscrições em: http: //www. opengovpartnership. org/OGPMeeting/April 2012/Brasilia/Regi stration

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO www. cgu. gov. br ogp@cgu. gov. br CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO www. cgu. gov. br ogp@cgu. gov. br