Скачать презентацию NGPD Núcleo de Gestão do Скачать презентацию NGPD Núcleo de Gestão do

44c4632e4d20c712e451e9cf4bd29b40.ppt

  • Количество слайдов: 27

 • NGPD • Núcleo de Gestão do Porto Digital • Mauricio Schneck • • NGPD • Núcleo de Gestão do Porto Digital • Mauricio Schneck • Diretor de Inovação e Competitividade Empresarial • Salvador, Novembro 2007

Índia, Irlanda e Canadá estabeleceram mercados de exportação representativos Tamanho do Mercado de Software Índia, Irlanda e Canadá estabeleceram mercados de exportação representativos Tamanho do Mercado de Software e TI (2003) US$ Milhões 1) Canadá, Índia e Irlanda representam importantes mercados exportadores China e Brasil possuem mercados internos grandes e bastante desenvolvidos Canadá China Índia Doméstico Nota: Brasil Irlanda África do Sul Cingapura Argentina México Rússia Polônia Malásia Hungria República Tcheca Filipinas Chil Exportações 1) Data sources providing supply market information for software and IT services are diverse with different definitions for what is included in software, hardware and IT services. This data does not include BPO figures. Fontes: www. nasscom. org, neo. IT Mapping off-shore Markets (2004), EIU figures, web. ita. doc. gov/ITI/iti. Home. nsf/Export. ITReports? Open. Form, Slicing the Knowledge-Based Economy in Brasil, China and India: A Tale of 3 Software Industries (2003), A. T. Kearney analysis

Taxa anual de crescimento do mercado mundial de TI 2004 - 2006 36, 5% Taxa anual de crescimento do mercado mundial de TI 2004 - 2006 36, 5% 21, 4% 23, 0% 19, 8% 19, 3% 8, 2% 7, 6% 5, 3% 6, 2% 2, 4% 2, 7% Mundo USA Japão 18, 9% 16, 1% 14, 6% 16, 4% 12, 1% 8, 7% UK TI Fonte: ABES China Espanha 14, 9% 12, 3% 8, 7% Brasil Softwares e Serviços (apenas) Russia México India Israel Irlanda

Fatores de vantagem para o Brasil • O Brasil está à frente da Índia Fatores de vantagem para o Brasil • O Brasil está à frente da Índia e da China em vários fatores do ambiente de negócios, principalmente na estabilidade do ambiente social e político • A proteção dos direitos de propriedade intelectual e contra a pirataria de software são relativamente mais eficazes no Brasil do que na Índia e na China • A infra-estrutura de TIC (tecnologia da informação e comunicações) no Brasil é melhor do que as da Índia e da China, apesar de o marco regulatório do setor ainda ser visto como inadequado • O Brasil apresenta taxas elevadas de expansão da internet e de prontidão na adoção de tecnologias da informação • Salários do setor de TI são relativamente competitivos Fonte: Análise A. T. Kearney

Alguns pontos fracos da oferta brasileira • A disponibilidade de formandos em carreiras de Alguns pontos fracos da oferta brasileira • A disponibilidade de formandos em carreiras de tecnologia é pequena, mas a menor rotatividade de mão-de-obra indica maior facilidade de retenção de recursos no setor de TI • As capacitações dos recursos humanos direcionados ao setor de TI ainda são percebidas como inferiores às de outros concorrentes • O Brasil está atrás da Índia e da China em certificação de empresas no padrão CMMi • O Brasil é relativamente menos competitivo que outros concorrentes emergentes em custos de overhead • A carga tributária ainda é uma desvantagem do Brasil • A burocracia em excesso gera ineficiência e percepções negativas Fonte: Análise A. T. Kearney

Porto Digital, Julho de 2000. . . Investimentos públicos próximos a R$ 30 milhões Porto Digital, Julho de 2000. . . Investimentos públicos próximos a R$ 30 milhões possibilitaram a estruturação do Porto Digital. . . alavancando investimentos privados complementares no bairro de R$ 70 milhões, com previsão de mais R$ 130 milhões até 2010.

Porto Digital, 2007. . . § Maior parque tecnológico (AT Kearney-2005); melhor parque tecnológico Porto Digital, 2007. . . § Maior parque tecnológico (AT Kearney-2005); melhor parque tecnológico e habitat de inovação (ANPROTEC – 2007) § Faturamento do setor de TIC/PE em 2007 (estimativa)~ R$ 2 bi (3, 6% do PIB/PE) / R$ 700 mi no PD § 107 empresas instaladas no PD ▪ 3. 600 profissionais de TI e áreas afins no PD (88% com nível universitário e 46% com ate 25 anos) ▪ Média salarial – R$ 2, 5 mil (3 x a média da RMR) ▪ 26 Km de dutos para fibra ótica (8 km de fibra instalados)

Inovação no Porto Digital. . . Brazil Test Center Motorola DELL C. E. S. Inovação no Porto Digital. . . Brazil Test Center Motorola DELL C. E. S. A. R – Centro de Estudos Sistemas Avançados do Recife e Instituto Samsung de Desenvolvimento para a Informática Centro de Excelência Mundial em Java da América Latina, Laboratório Cenas

A idéia. . . localização central Universidade Capital Humano Qualificado Intuito de Revitalização da A idéia. . . localização central Universidade Capital Humano Qualificado Intuito de Revitalização da área Espaço ocioso e de baixo custo Bairro do Recife Academia Pesquisa Empresas Políticas Públicas Demanda por TIC (mercado) Mercado Governo

O que é o Porto Digital? Estratégia APL / Parque tecnológico de TI • O que é o Porto Digital? Estratégia APL / Parque tecnológico de TI • Habitat de inovação • Concentração geográfica • Empresas de um mesmo setor (TI) • Entidades correlatas e de apoio Organização Política Organização Social - OS Política Pública de Fomento à Economia de TI Geração de emprego e renda • Unidade gestora da política pública üPropósito público üGestão privada

O que é o Porto Digital? NGPD Núcleo de Gestão do Porto Digital O O que é o Porto Digital? NGPD Núcleo de Gestão do Porto Digital O QUE É? Organização Social (O. S. ) Instituição de Direito Privado sem fins lucrativos Executa o Contrato de Gestão Gestor da política pública “Porto Digital”

O que é o Porto Digital? NGPD Propósito: Adensar Externalidades O que é o Porto Digital? NGPD Propósito: Adensar Externalidades

O que é o Porto Digital? Capital Humano Recursos Financeiros Certificação NGPD Informações EXTERNALIDADES O que é o Porto Digital? Capital Humano Recursos Financeiros Certificação NGPD Informações EXTERNALIDADES DIRETAS Marketing Telecom Imóveis

O que é o Porto Digital? Segurança Capital Humano Transporte Recursos Financeiros Shopping Certificação O que é o Porto Digital? Segurança Capital Humano Transporte Recursos Financeiros Shopping Certificação Vias de circulação NGPD Informações Telecom EXTERNALIDADES DIRETAS Marketing Imóveis EXTERNALIDADES INDIRETAS Saneamento Infra-estrutura

Plano Estratégico do Porto Digital 2006 -2008 Plano Estratégico do Porto Digital 2006 -2008

Núcleo de Gestão do Porto Digital O Que Fazer? Gerar Idéias Formular Projetos Articular Núcleo de Gestão do Porto Digital O Que Fazer? Gerar Idéias Formular Projetos Articular Agentes Operadores (Governos, Agências de Fomento, Empresas, Academia, . . . )

Núcleo de Gestão do Porto Digital Impactos Aumento da Competitividade do Ambiente Visando: a) Núcleo de Gestão do Porto Digital Impactos Aumento da Competitividade do Ambiente Visando: a) Aumento da Competitividade das Empresas Embarcadas b) Atração de Empresas c) Criação de Empresas

Núcleo de Gestão do Porto Digital Resultado Geração de Emprego e Renda “O Porto Núcleo de Gestão do Porto Digital Resultado Geração de Emprego e Renda “O Porto Digital é um parque com viés de mercado, pois aí é onde se da a inovação”

NGPD, uma síntese. . . ▪ Organização Social que gerencia e promove o Porto NGPD, uma síntese. . . ▪ Organização Social que gerencia e promove o Porto Digital, através de Contrato de Gestão com o Governo do Estado e captação de recursos competitivos ▪ Conselho de Administração (19 membros)- 37% governos; 26% empresas; 11% universidades; 16% organizações não governamentais e 11% representantes de outros setores ▪ Viabiliza a criação e crescimento de empresas baseadas em INOVAÇÃO ▪ Atrai novos investimentos ▪ Articula parcerias institucionais e empresariais ▪ Disponibiliza espaços físicos e infra-estrutura de qualidade ▪ Aporta recursos para inovação (ex: juros zero)

Desafios do Porto Digital ▪ Ganhar escala ▪ Aumentar a competitividade das empresas instaladas Desafios do Porto Digital ▪ Ganhar escala ▪ Aumentar a competitividade das empresas instaladas e ampliar sua participação em mercados externos ▪Atrair novas empresas de software e serviços, nacionais e estrangeiras ▪Integrar TIC com outras cadeias produtivas (RMR/interior) ▪Gerar 20. 000 empregos em TIC até 2020 ▪Representar 10% do PIB estadual

Competências ▪ ▪ ▪ Desenvolvimento de software (soluções e produtos) Energia Gestão de Trânsito Competências ▪ ▪ ▪ Desenvolvimento de software (soluções e produtos) Energia Gestão de Trânsito Biometria Games Redes Neurais / Inteligência Artificial E-business Mobilidade/Wi-Fi Segurança da Informação Infra Estrutura e Conectividade Outsourcing Educação & Pesquisa

Academia e Capital Humano em PE § 36 instituições formando profissionais de TIC em Academia e Capital Humano em PE § 36 instituições formando profissionais de TIC em PE § 04 universidades § 01 das cinco melhores instituições do BR § + de 60 doutores no CIN da UFPE § 30% dos grupos de pesquisa § 31% dos pesquisadores da região NE

Estratégias do Porto Digital ▪ 1 a. Fase: estruturação física e modelo de governança Estratégias do Porto Digital ▪ 1 a. Fase: estruturação física e modelo de governança (2000) ▪ 2 a. Fase: promoção institucional e posicionamento da marca (2003) ▪ 3 a. Fase: fortalecimento da capacidade competitiva das empresas (2006) ▪ 4ª. Fase: mudança de escala (investimentos diretos no PD de R$ 30 mi até 2010)

Perspectivas para o Porto Digital 2008 -10 Implementar os seguintes projetos (valor: R$30 milhões) Perspectivas para o Porto Digital 2008 -10 Implementar os seguintes projetos (valor: R$30 milhões) 1. Capital de fomento a novos empreendimentos 2. Qualificação de empresas e pessoas 3. Acesso a mercados 4. Inteligência competitiva 5. Promoção Institucional 6. Responsabilidade Social Empresarial 7. Infra-estrutura física e de telecomunicações 8. Fortalecimento institucional do NGPD

Projeto de Estruturação e Desenvolvimento do Porto Digital PROJETO 8. FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL DO NÚCLEO Projeto de Estruturação e Desenvolvimento do Porto Digital PROJETO 8. FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL DO NÚCLEO DE GESTÃO DO PORTO DIGITAL PROJETO 1. Capital de Fomento a Novos Empreendimentos PROJETO 4. PROJETO 2. Qualificação de Empresas e Pessoas PROJETO 3. PROJETO 7. Infra-estrutura Física e de Telecomunicações PROJETO 6. Responsabilidade Social Empresarial Inteligência Competitiva PROJETO 5. Promoção Institucional do Porto Digital Acesso a Mercados

Obrigado! Mauricio Schneck Diretor de Inovação e Competitividade Empresarial mauricio@portodigital. org Obrigado! Mauricio Schneck Diretor de Inovação e Competitividade Empresarial [email protected] org