Скачать презентацию Estado da arte das revistas científicas da área Скачать презентацию Estado da arte das revistas científicas da área

00e525ab2f60ca8665e40b5af15bf18f.ppt

  • Количество слайдов: 27

Estado da arte das revistas científicas da área de Odontologia Regina C. Figueiredo Castro Estado da arte das revistas científicas da área de Odontologia Regina C. Figueiredo Castro BIREME/OPAS/OMS [email protected] br Reunião de Editores de Revistas da Área de Odontologia 20ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisas em Odontologia Águas de Lindóia, 30 de agosto de 2003

Por que publicar uma revista científica? • Disseminação periódica e contínua de conhecimentos científicos Por que publicar uma revista científica? • Disseminação periódica e contínua de conhecimentos científicos para a comunidade nacional e/ou internacional • Visibilidade da produção científica de um país • Preservação da memória da ciência

Por que uma revista científica deve ser indexada? • Disseminação periódica e contínua de Por que uma revista científica deve ser indexada? • Disseminação periódica e contínua de conhecimentos científicos para a comunidade nacional e/ou internacional • Visibilidade da produção científica • Controle bibliográfico da produção científica • registro • acesso • preservação da memória • Indicadores de produção científica

Revistas científicas: internacionais, locais • Revistas internacionais: publicam resultados de pesquisas de interesse da Revistas científicas: internacionais, locais • Revistas internacionais: publicam resultados de pesquisas de interesse da comunidade científica internacional • Revistas nacionais: publicam resultados de pesquisas de interesse nacional ou regional • Revistas locais: publicam resultados de pesquisa de uma determinada instituição ou comunidade de pesquisa, normalmente com objetivo de memória institucional

Onde são indexadas as revistas da área da saúde? • Bases de dados bibliográficas: Onde são indexadas as revistas da área da saúde? • Bases de dados bibliográficas: • MEDLINE • Index Medicus • EMBASE • LILACS • Sci. ELO • Bases de dados especializadas • Bases de dados de citações: • ISI (JCR, Web of Science, Science Citation Indexes) • Sci. ELO

Onde são indexadas as revistas da área de odontologia? • Bases de dados bibliográficas: Onde são indexadas as revistas da área de odontologia? • Bases de dados bibliográficas: • MEDLINE • Index Medicus • Index to Dental Literature • EMBASE • LILACS • Sci. ELO • BBO: bibliografia brasileira de odontologia • Bases de dados de citações: • ISI (JCR, Web of Science, Science Citation Indexes) • Sci. ELO

Critérios de seleção das bases de dados Cada base de dados tem seus próprios Critérios de seleção das bases de dados Cada base de dados tem seus próprios – objetivos – público-alvo – áreas temáticas de interesse – critérios de seleção. . . assim como cada revista tem seus próprios – objetivos – público-alvo – áreas temáticas de interesse

Critérios de seleção de revistas em bases de dados: elementos comuns • Qualidade científica Critérios de seleção de revistas em bases de dados: elementos comuns • Qualidade científica – procedimentos de peer review • Corpo editorial: representatividade • Tipo de conteúdo • Regularidade de publicação • Frequência de publicação • Normalização • Idioma ISI: número de citações em revistas selecionadas

O que deve fazer uma revista para ser indexada em bases de dados internacionais? O que deve fazer uma revista para ser indexada em bases de dados internacionais? • Publicar preferencialmente contribuições originais, que constituam avanços do conhecimento científico e que evidenciem a importância e originalidade da revista para a área temática respectiva • Selecionar os membros do Comitê Editorial entre profissionais reconhecidos na área e de importância para o tema, de várias instituições do país e, se possível, de outros países

O que deve fazer uma revista. . . ? • Deixar claro o processo O que deve fazer uma revista. . . ? • Deixar claro o processo de revisão por pares: procedimentos, datas de chegada, revisão e aprovação • Incluir alta porcentagem de trabalhos de autores reconhecidos na área, tanto nacional como internacionalmente • Publicar número significativo* de artigos científicos originais por fascículo e de fascículos por ano – várias revistas científicas de uma mesma área = produção científica dispersa * Na Sci. ELO, o mínimo exigido de artigos por ano é 32 e o desejado 60, com periodicidade trimestral

O que deve fazer uma revista. . . ? • Realizar um bom trabalho O que deve fazer uma revista. . . ? • Realizar um bom trabalho editorial: estilo conciso, linguagem científica, uso correto do idioma, resumo (de preferência, estruturado), descritores, figuras e tabelas claras e precisas, normalização das referências, etc. • Respeitar os prazos estabelecidos para publicação: uma revista trimestral publicada em dia é melhor que uma mensal com atraso de publicação • Conseguir ampla divulgação e buscar reconhecimento por instituições da área, de modo a garantir um alto índice de citações

Bases de dados de citações • ISI – Institute for Scientific Information – – Bases de dados de citações • ISI – Institute for Scientific Information – – Science Citation Index – Sciences Edition Science Citation Index – Social Sciences Edition Journal Citation Reports Web of Science Fator de impacto • Sci. ELO – Scientific Library Online Índices de uso e de citações

Fator de impacto: o que é • Medida da influência de uma revista, a Fator de impacto: o que é • Medida da influência de uma revista, a partir das citações de artigos que essa revista recebe ao longo de um espaço de tempo, em um universo dado de revistas • Medida do valor relativo na curva de citações de revistas de uma determinada área • As citações de artigos de uma revista publicados em um determinado ano tendem a atingir seu pico entre 2 a 6 anos após sua publicação. A partir daí, diminuem exponencialmente

Fator de impacto: como é calculado • Número de citações que uma revista recebe Fator de impacto: como é calculado • Número de citações que uma revista recebe para artigos publicados nos 2, 3 ou 5 anos anteriores ao ano do cálculo dividido pelo número de artigos publicados nos mesmos anos • Ex: Journal of Dental Research Citações em 2001 para artigos publicados em: 1999 = 497 2000 = 364 99+00 = 861 Número de artigos publicados em: 1999 = 111 2000 = 146 99+00 = 257 Cálculo: Citações a artigos recentes = Número de artigos recentes 861 = 3350, 000 257 FI = 3, 35

Fator de impacto: limitações • O fator de impacto é calculado sobre as citações Fator de impacto: limitações • O fator de impacto é calculado sobre as citações que apareceram dentro de um determinado universo de revistas e de um determinado espaço de tempo • É calculado sobre o universo de trabalhos citados, o que não significa que são os únicos que foram lidos e que tiveram importância no avanço do conhecimento – De tudo o que se publica, 15% não será nunca citado e 25% do que é citado será citado mais de 10 vezes • As distintas disciplinas tempos diferentes para citação, assim como diferentes regiões do mundo tempos editoriais e de comunicação diferentes

Situação das revistas da área da saúde segundo indexação em bases de dados Brasil Situação das revistas da área da saúde segundo indexação em bases de dados Brasil Internacionais MEDLINE Index Medicus EMBASE JCR Science Edition Regionais / nacionais LILACS Sci. ELO AL&C Outros países 19 16 45 11 34 29 47 16 4. 579 3. 907 4. 400 ~ 5. 000 255 48 388 60 3 10

Situação das revistas da área de odontologia segundo indexação em bases de dados Brasil Situação das revistas da área de odontologia segundo indexação em bases de dados Brasil AL&C Internacionais MEDLINE Index Medicus EMBASE JCR Science Edition Regionais / nacionais LILACS Sci. ELO BBO * 1 encerrado Outros países 2 1 - 149 62 10 49 24 3* 60 26 - 1 -

Distribuição das revistas de odontologia indexadas na LILACS por país Argentina 14 Brasil 24 Distribuição das revistas de odontologia indexadas na LILACS por país Argentina 14 Brasil 24 Chile 4 Colômbia 3 Cuba 1 México 1 Peru 2 Total: 50

Distribuição das revistas brasileiras de odontologia indexadas na LILACS por Estados Estado Total Goiás Distribuição das revistas brasileiras de odontologia indexadas na LILACS por Estados Estado Total Goiás 1 Minas Gerais 2 Paraná 4 Rio Grande do Sul 4 Rio de Janeiro 1 São Paulo 12 Total: 24

Revistas de odontologia indexadas na Sci. ELO Brasil • Brazilian Dental Journal (2002 -2003: Revistas de odontologia indexadas na Sci. ELO Brasil • Brazilian Dental Journal (2002 -2003: 3 números) • Pesquisa Odontológica Brasileira (2000 -2003: 14 números continuação de: Revista de Odontologia da USP (1997 -1999: 12 números) Fonte: Sci. ELO 1997 -2002

Padrão de citações das revistas de odontologia indexadas na Sci. ELO • 3 revistas Padrão de citações das revistas de odontologia indexadas na Sci. ELO • 3 revistas 29 números 400 artigos 8. 099 citações 1. 048 revistas citadas • média de artigos por número: 13 • média de referências por artigo: 20 Fonte: Sci. ELO 1997 -2002

Revistas de odontologia indexadas pelo ISI: as dez revistas com maior fator de impacto Revistas de odontologia indexadas pelo ISI: as dez revistas com maior fator de impacto Título Fator de impacto Journal of Dental Research 2, 956 Critical Reviews in Oral Biology & Medicine 2, 649 Periodontology 2000 2, 493 Dental Materials 1, 912 Oral Oncology 1, 873 Journal of Periodontology 1, 854 Journal of Periodontal Research 1, 776 Journal of Clinical Periodontology 1, 736 Clinical Oral Implants Research 1, 503 Journal of Oral Pathology & Medicine 1, 468 Fonte: JCR 2002

Títulos mais citados pelas revistas de odontologia indexadas na Sci. ELO* Título Total de Títulos mais citados pelas revistas de odontologia indexadas na Sci. ELO* Título Total de citações na Sci. ELO Fator de impacto ISI Journal of Dental Research 509 (6, 3%) 2, 956 Journal of Prostethic Dentistry 364 (4, 5%) 0, 568 Journal of the American Dental Association 284 (3, 5%) 1, 157 Journal of Endodontics 236 (2, 9%) 0, 748 Quintessence International 186 (2, 3%) 0, 736 Journal of Periodontology 177 (2, 2%) 1, 854 Oral Surgery, Oral Medicine, Oral Pathology 155 (1, 9%) 0, 983 Caries Research 149 (1, 8%) 1, 310 British Dental Journal 145 (1, 8%) 0, 766 Operative Dentistry 144 (1, 8%) 1, 168 *em ordem decrescente de citações na Sci. ELO Fontes: Sci. ELO 1997 -2002 e JCR 2002

Títulos ISI que citam as revistas de odontologia da Sci. ELO* • Journal of Títulos ISI que citam as revistas de odontologia da Sci. ELO* • Journal of Oral Rehabilitation • American Journal of Dentistry • International Endodontic Journal • Journal of Endodontics * Total de citações recebidas: 6 Fonte: ISI / JCR 1997 -2001

Títulos nacionais mais citados pelas revistas de odontologia da Sci. ELO* • • • Títulos nacionais mais citados pelas revistas de odontologia da Sci. ELO* • • • Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo Revista da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas RGO: Revista Gaúcha de Odontologia Brazilian Dental Journal Revista da Faculdade de Odontologia da USP Ortodontia Revista ABO Nacional Pesquisa Odontológica Brasileira Revista de Saúde Pública Revista da Faculdade de Odontologia de Bauru RPG: Revista da Pós-Graduação Revista de Odontologia da UNICID * Dentre os 100 títulos mais citados Fonte: Sci. ELO 1997 -2003

Títulos Sci. ELO que citam as revistas de odontologia* • • • Pesquisa Odontológica Títulos Sci. ELO que citam as revistas de odontologia* • • • Pesquisa Odontológica Brasileira Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo Brazilian Dental Journal • • Cadernos de Saúde Pública Acta Cirúrgica Brasileira Brazilian Journal of Microbiology Materials Research Radiologia Brasileira Revista Brasileira de Otorrinolaringologia Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical * Total de citações recebidas: 96 Fonte: Sci. ELO 1997 -2003

Conclusões • A produção científica brasileira em odontologia está praticamente ausente das bases de Conclusões • A produção científica brasileira em odontologia está praticamente ausente das bases de dados internacionais • Os resultados de pesquisa original brasileira de interesse internacional deveriam estar concentrados em um menor número de revistas nacionais da área, para alcançar massa crítica de artigos significativos e impacto na comunidade científica nacional e internacional • Para conseguir maior número de citações das revistas nacionais é preciso citá-las