Скачать презентацию Banco Central Objetivos das Políticas Monetária Creditícia e Скачать презентацию Banco Central Objetivos das Políticas Monetária Creditícia e

329a81f9376fd7e426ca462b4d96bffc.ppt

  • Количество слайдов: 76

Banco Central: Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial e Impacto Fiscal de suas Banco Central: Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial e Impacto Fiscal de suas Operações Maio de 2007 1

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Sumário: A. Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Sumário: A. Resultado Contábil do Banco Central no 2 o Semestre/2006 B. Objetivos do Banco Central i. Política Monetária ii. Política Creditícia iii. Política Cambial iv. Decisões de Política Monetária e Possíveis Efeitos Fiscais C. Evolução Recente da Atividade Econômica 2

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial A. Resultado Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial A. Resultado Contábil do Banco Central no 2 o Semestre/2006 3

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Resultado Consolidado Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Resultado Consolidado A. Juros R$ milhões 1. 926 B. Correção Cambial (1. 873) C. Operações com Swaps (1. 786) D. Valor Justo a Resultado 1. 659 E. Outras (569) RESULTADO (A+B+C+D+E) (643) Informação suplementar: Variação cambial e Swaps (B+C) RESULTADO LÍQUIDO DE CORREÇÃO CAMBIAL E SWAPS 3. 659 3. 016 4

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Resultados Semestrais Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Resultados Semestrais 2001/2006 R$ milhões 1º sem/2001 2º sem/2001 1º sem/2002 2º sem/2002 1º sem/2003 2º sem/2003 1º sem/2004 2º sem/2004 1º sem/2005 2º sem/2005 1º sem/2006 2º sem/2006 (4. 085) 7. 158 (10. 910) (6. 284) 24. 182 7. 137 2. 796 (86) (11. 626) 1. 131 (12. 524) (643) 5

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial A. Resultado Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial A. Resultado de Juros Em Moedas Estrangeiras Títulos Depósitos Outros Em Moeda Nacional R$ milhões 3. 711 2. 915 818 (22) Títulos (1. 785) 12. 929 Operações de Crédito 1. 204 Governo Federal Depósitos Compulsórios Outros RESULTADO (11. 474) (4. 203) (241) 1. 926 6

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B/C. Correção Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B/C. Correção Cambial + Operações de Swap - I Saldos Líquidos da Dívida Externa – Tesouro Nacional Taxa Nominal de Câmbio 2, 22 Dívida Externa TN US$ bi Cotação Mês R$/US$ 2, 18 2, 16 saldo a jun/06 dez/06 2, 20 64, 8 67, 1 -1, 23% 2, 14 Mês 2, 12 jun jul ago set out nov dez 06 06 pagamentos b R$/US$ c -2, 3 2, 1643 2, 1380 Dívida Externa TN R$ bi variação no período saldo total pagamentos efeito câmbio d=a x c e f=b x c g= e - f jun/06 140, 2 dez/06 143, 5 -3, 2 -4, 9 1, 7 7

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial D. Valor Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial D. Valor Justo a Resultado R$ milhões Em Moedas Estrangeiras Títulos Outros Em Moeda Local Operações de Crédito RESULTADO 569 565 4 1. 090 1. 659 8

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial E. Outras Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial E. Outras Receitas e Despesas R$ milhões Despesas de Pessoal e Outras Despesas Administrativas (741) Fabricação de Cédulas e Moedas (203) Repasse do Tesouro Nacional 398 Ações Judiciais Perdas com Títulos em Moeda Local 344 (459) Outras RESULTADO 92 (569) 9

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos do Banco Central 10

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Lei das Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Lei das Diretrizes Orçamentárias: • Art. 116 - “A avaliação de que trata o disposto no art. 9º, § 5º, da Lei Complementar nº 101, de 2000, será efetuada com fundamento no anexo específico sobre os objetivos das políticas monetária, creditícia e cambial, os parâmetros e as projeções para seus principais agregados e variáveis, bem como as metas de inflação estimadas para o exercício de 2006, conforme art. 4º, § 4º, daquela Lei Complementar, constante do Anexo VII, observado o disposto no art. 11, inciso I, desta Lei. ” 11

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Banco Central ØPolítica Monetária: Cumprimento da meta de inflação estabelecida pelo CMN para 2006/2007/2008 (4, 5%, com tolerância de +/- 2 p. p. ), condição necessária para o crescimento sustentável ao longo do tempo Ø Política Creditícia: BC tem como objetivo ampliar a oferta e o acesso da população ao crédito; não há metas formais Ø Política Cambial: Aperfeiçoamento permanente do regime de câmbio flutuante. Não há metas para a taxa de câmbio 12

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos do Banco Central i. Política Monetária 13

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Banco Central ØPolítica Monetária: Cumprimento da meta de inflação estabelecida pelo CMN para 2006/2007/2008 (4, 5%, com tolerância de +/- 2 p. p. ), condição necessária para o crescimento sustentável ao longo do tempo 14

Inflação (IPCA): 2002 -2006 14 12, 5 12 9, 3 10 7, 6 % Inflação (IPCA): 2002 -2006 14 12, 5 12 9, 3 10 7, 6 % 8 5, 7 6 4 3, 1 2 0 2002 2003 2004 2005 Fontes: IBGE, Banco Central 2006 15

Inflação em 2006: IPCA x INPC 4 3, 14 % 3 2, 81 2 Inflação em 2006: IPCA x INPC 4 3, 14 % 3 2, 81 2 1 0 IPCA INPC IPCA: preços ao consumidor, 11 regiões metropolitanas, renda de 1 a 40 SM INPC: preços ao consumidor, 11 regiões metropolitanas, renda de 1 a 8 SM Fontes: IBGE, FGV, Fipe 16

Inflação em 2006: IPCA x Outros Índices de Preços • A menor variação em Inflação em 2006: IPCA x Outros Índices de Preços • A menor variação em 2006 do INPC (2, 81%) frente ao IPCA (3, 14%) indica que a inflação foi menos adversa às faixas de menor renda da população • Esse resultado decorre, principalmente, da menor inflação do grupo alimentação, com maior peso na cesta de consumo dos trabalhadores de baixa renda Alimentação (%) Peso (dez 06) Variação (2006) IPCA 20, 5 1, 23 INPC 27, 3 0, 94 Fonte: IBGE 17

Expectativas de Mercado para o IPCA: 2003 - 2007 5, 4 4, 9 % Expectativas de Mercado para o IPCA: 2003 - 2007 5, 4 4, 9 % 4, 4 2008 3, 9 2007 3, 4 2006 2, 9 jan jul mai 03 03 04 04 05 05 06 06 07 18

Expectativas - Final de Ano x Metas dos Anos Seguintes: 1999 -2007 Expectativa ano+1 Expectativas - Final de Ano x Metas dos Anos Seguintes: 1999 -2007 Expectativa ano+1 Meta ano+1 Expectativa Meta ano+2 1999 2000 2001 2002 2003 2004 7, 0 4, 3 4, 8 11, 0 6, 0 5, 7 6, 0 4, 0 3, 5 4, 02 5, 53 4, 5 4, 0 3, 8 4, 0 8, 0 5, 0 4, 0 3, 5 3, 251 3, 752 4, 53 4, 54 2005 4, 55 2006 4, 0 4, 5 4, 1 4, 56 2007 4, 0 4, 5 4, 0 n. d. 1 Meta CMN fixada em jun/01 (Resolução nº 2. 842); 2 Meta CMN fixada em jun/02 (Resolução n° 2. 972); 3 Meta CMN fixada em jun/03 (Resolução nº 3. 108); 4 Meta CMN fixada em jun/04 (Resolução nº 3. 210); 5 Meta CMN fixada em jun/05 (Resolução nº 3. 291); 6 Meta CMN fixada em jun/06 (Resolução nº 3. 378). Fonte: Banco Central 19

Expectativas de Mercado para o IPCA dos 12 Meses Seguintes 6, 4 6, 1 Expectativas de Mercado para o IPCA dos 12 Meses Seguintes 6, 4 6, 1 5, 8 5, 5 % 5, 2 4, 9 4, 6 4, 3 18/5: 4, 0 3, 45 3, 7 3, 4 jul out jan abr jul out jan mai 04 04 05 05 06 06 07 07 20

Brasil: Inflação e Metas IPCA (variação em 12 meses) 18 consenso de mercado 15 Brasil: Inflação e Metas IPCA (variação em 12 meses) 18 consenso de mercado 15 % a. a. 12 abr 07 3, 00 9 6 3 0 mai mai mai 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 08 Fonte: Banco Central 21

Nova Zelândia: Inflação e Metas IPC (variação acumulada em 4 trimestres) 20 18 16 Nova Zelândia: Inflação e Metas IPC (variação acumulada em 4 trimestres) 20 18 16 Introdução do Regime de Metas para Inflação 14 12 % 10 8 6 4 3, 0 2 0 1, 0 0, 0 -2 3, 0 4 T 4 T 4 T 4 T 1 T 80 82 84 86 88 90 92 94 96 98 00 02 04 07 Fonte: Banco Central da Nova Zelândia 22

Reino Unido: Inflação e Metas preços ao consumidor (variação acumulada em 4 trimestres) 9 Reino Unido: Inflação e Metas preços ao consumidor (variação acumulada em 4 trimestres) 9 8 Introdução do Regime de Metas para Inflação 7 % 6 5 autonomia do Banco da Inglaterra 4, 0 4 3 2, 5 2 1, 0 1 0 2, 0 1 T 3 T 1 T 3 T 1 T 89 90 92 93 95 96 98 99 01 02 04 05 07 *Em 2003, mudança da meta acompanhada por mudança do índice de referência 23

Chile: Inflação e Metas IPC (variação acumulada em 12 meses) 35 30 Introdução do Chile: Inflação e Metas IPC (variação acumulada em 12 meses) 35 30 Introdução do Regime de Metas para Inflação 25 % 20 15 10 5 4, 0 0 2, 0 -5 jan 90 jan 92 jan 94 jan 96 jan 98 jan 00 jan 02 Fonte: Banco Central do Chile jan 04 jan abr 06 07 24

Israel: Inflação e Metas IPC (variação acumulada em 12 meses) 20 introdução do Regime Israel: Inflação e Metas IPC (variação acumulada em 12 meses) 20 introdução do Regime de Metas para Inflação 16 14, 5 % 12 11, 0 10, 0 8 8, 0 7, 0 4 4, 0 3, 5 3, 0 2, 5 0 3, 0 1, 0 2, 0 -4 jan abr jul out jan fev 91 92 93 94 96 97 98 99 01 03 04 06 07 Fonte: IFS 02 25

B. Objetivos do Banco Central ii. Política Creditícia 26 B. Objetivos do Banco Central ii. Política Creditícia 26

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Banco Central ØPolítica Creditícia: BC tem como objetivo ampliar a oferta e o acesso da população ao crédito; não há metas formais 27

Crédito Total e Crédito Livre/PIB: 2003 -2007 32 22 crédito livre 30 20 18 Crédito Total e Crédito Livre/PIB: 2003 -2007 32 22 crédito livre 30 20 18 26 16 24 crédito total 22 % do PIB 28 14 20 12 jan 03 jul 03 jan 04 jul 04 jan 05 jul 05 jan 06 jul 06 mar 07 28

Evolução Crédito Livre – Pessoas Físicas, Jurídicas e Crédito Direcionado: 2004 -2007 250 pessoas Evolução Crédito Livre – Pessoas Físicas, Jurídicas e Crédito Direcionado: 2004 -2007 250 pessoas físicas jan 2004=100 230 210 190 pessoas jurídicas 170 150 130 crédito direcionado 110 90 jan abr 04 04 jul out jan abr 04 04 05 05 jul out jan abr 05 05 06 06 Fonte: Banco Central jul out 06 06 mar 07 29

Spread Crédito Livre - Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas: 2003 -2007 16, 2 62 Spread Crédito Livre - Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas: 2003 -2007 16, 2 62 15, 8 15, 4 PJ 56 14, 6 50 p. p. 15, 0 14, 2 13, 8 44 PF 13, 4 13, 0 38 jan 03 ago 03 mar 04 out 04 mai 05 dez 05 Fonte: Banco Central jul 06 mar 07 30

Crédito com Consignação em Folha de Pagamentos: 2004 -2007 600 550 jan 2004 = Crédito com Consignação em Folha de Pagamentos: 2004 -2007 600 550 jan 2004 = 100 500 crédito consignado 450 400 350 300 250 crédito livre a pessoa física 200 150 100 jan mai set mar 04 04 04 05 05 05 06 06 06 07 Fonte: Banco Central 31

Crédito com Consignação a Aposentados do INSS: 2004 -2007 15 16 12 volume 12 Crédito com Consignação a Aposentados do INSS: 2004 -2007 15 16 12 volume 12 9 quantidade de contratos 8 R$ bilhões 18 20 milhões de contratos 24 6 4 3 0 0 ago nov 04 04 fev mai 05 05 set 05 dez 05 mar 06 jun 06 Fonte: Dataprev set 06 dez 06 abr 07 32

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos do Banco Central iii. Política Cambial 33

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Objetivos do Banco Central ØPolítica Cambial: Aperfeiçoamento permanente do regime de câmbio flutuante. Não há metas para a taxa de câmbio 34

Taxa de Câmbio Real Efetiva cesta de 15 moedas 180 jun 94=100 160 140 Taxa de Câmbio Real Efetiva cesta de 15 moedas 180 jun 94=100 160 140 120 100, 3 100 80 60 jan jan jan mar 88 90 92 94 96 98 00 02 04 07 35

Câmbio x Risco Brasil 180 2100 170 150 1700 risco Brasil taxa de câmbio Câmbio x Risco Brasil 180 2100 170 150 1700 risco Brasil taxa de câmbio real efetiva 1300 140 130 900 120 110 pontos básicos jun 94=100 160 500 100 90 100 jan jan mar 99 00 01 02 03 04 05 06 07 36

Câmbio x Preços de Commodities, exceto Petróleo (2003 -2006) 155 165 índice de preços Câmbio x Preços de Commodities, exceto Petróleo (2003 -2006) 155 165 índice de preços de commodities (exceto petróleo) 145 155 145 125 135 115 125 105 95 taxa de câmbio 115 real efetiva 85 105 75 jun 94=100 1995=100 135 95 jan 03 jul 03 jan 04 jul 04 jan 05 jul 05 jan 06 jul 06 mar 07 37

Saldo em Conta Corrente: 1996 -2007 20 11, 7 US$ bilhões 10 14, 0 Saldo em Conta Corrente: 1996 -2007 20 11, 7 US$ bilhões 10 14, 0 13, 5 7, 7* 4, 2 0 -10 -7, 6 -20 -23, 2 -25, 3 -24, 2 -23, 5 -30, 5 -33, 4 -40 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 Fonte: Banco Central * Projeção 38

Saldo da Balança Comercial: 1996 -2006 50 aumento de US$ 52, 6 bilhões 45 Saldo da Balança Comercial: 1996 -2006 50 aumento de US$ 52, 6 bilhões 45 40 US$ bilhões 35 30 25 20 15 10 5 0 -5 -10 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 Fonte: MDIC 39

Exportações e Importações: 1999 -2007 acumulado em 12 meses 145, 0 135 US$ bilhões Exportações e Importações: 1999 -2007 acumulado em 12 meses 145, 0 135 US$ bilhões 125 115 superávit em 12 meses: US$47, 0 bi 105 95 exportações 98, 0 85 75 65 importações 55 45 jan 99 jan 00 jan 01 jan 02 jan 03 jan 04 Fonte: MDIC jan 05 jan 06 abr 07 40

Quantidades Exportadas: 1996 -2007 média móvel de 12 meses 280 260 240 1996 = Quantidades Exportadas: 1996 -2007 média móvel de 12 meses 280 260 240 1996 = 100 220 200 180 exportações totais 160 140 manufaturados 120 100 80 jan jan jan abr 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 Fonte: Funcex 41

Participação das Exportações Brasileiras nas Exportações Mundiais: 1993 -2006 1, 20 1, 15 1, Participação das Exportações Brasileiras nas Exportações Mundiais: 1993 -2006 1, 20 1, 15 1, 10 % 1, 05 1, 00 0, 95 0, 90 0, 85 0, 80 jan jan jan jan set 93 06 94 95 96 97 98 99 00 01 Fonte: MDIC 02 03 04 05 42

Fluxos Líquidos de Câmbio 60 +US$ 5, 8 bi 80 70 60 50 US$ Fluxos Líquidos de Câmbio 60 +US$ 5, 8 bi 80 70 60 50 US$ bilhões 40 30 20 10 0 -10 +US$ 12, 1 bi -20 -30 -40 2005 2006 comercial +US$ 16, 0 bi 50 40 30 20 10 0 -10 -20 -30 +US$ 2, 8 bi mai 05 - abr 06 mai 06 - abr 07 financeiro 43

Dívida Externa: 2002 -2007 dívida externa total dívida externa líquida 220 US$ bilhões 210 Dívida Externa: 2002 -2007 dívida externa total dívida externa líquida 220 US$ bilhões 210 200 190 180 3 T 03: 219, 7 160 140 4 T 04: 201, 4 1 T 03: 165, 2 4 T 04: 135, 7 120 180 1 T 07: 100 176, 0 170 80 160 60 150 40 1 T 07: 55, 7 1 T 3 T 1 T 3 T 1 T 3 T 1 T 02 02 03 03 04 04 05 05 06 06 07 Fonte: Banco Central; 2007 – dados estimados 44

Reservas Internacionais • O Banco Central tem aproveitado o momento favorável para fortalecer as Reservas Internacionais • O Banco Central tem aproveitado o momento favorável para fortalecer as reservas cambiais, conforme política anunciada em janeiro de 2004 • Em 2006, o Banco Central adquiriu no mercado US$ 34, 3 bilhões, totalizando compras de US$ 55, 8 bilhões desde o início de 2005 • A atuação da autoridade monetária tem sido pautada pelas condições de mercado, procurando não adicionar volatilidade à taxa de câmbio e não interferir na sua tendência de flutuação 45

Aquisição de Reservas no Mercado de Câmbio: 2000 -2006 38 34, 3 34 30 Aquisição de Reservas no Mercado de Câmbio: 2000 -2006 38 34, 3 34 30 US$ bilhões 26 22 21, 5 18 14 10 6 2 5, 3 2, 3 1, 6 -2 -6 -10 -7, 2 2000 2001 -9, 1 2002 2003 2004 Fonte: Banco Central 2005 2006 46

Aquisição de Reservas no Mercado de Câmbio (Fluxos Acumulados desde Janeiro de 2004) 90 Aquisição de Reservas no Mercado de Câmbio (Fluxos Acumulados desde Janeiro de 2004) 90 83, 0 80 US$ bilhões 70 60 50 40 30 20 10 0 jan abr jul out mar 04 04 04 05 06 06 07 04 05 05 05 06 Fonte: Banco Central 06 47

Reservas Internacionais (Líquidas de Empréstimos do FMI) : 1999 -2007 125 2/5: US$122, 4 Reservas Internacionais (Líquidas de Empréstimos do FMI) : 1999 -2007 125 2/5: US$122, 4 bi 115 105 US$ bilhões 95 85 75 abr 03: 15, 9 65 55 45 35 25 fim de 2004: 27, 5 15 jan jan mai 99 00 01 02 03 04 05 06 07 Fonte: Banco Central 48

Indicadores de Sustentabilidade Externa • Destaca-se a melhora expressiva dos indicadores de sustentabilidade externa Indicadores de Sustentabilidade Externa • Destaca-se a melhora expressiva dos indicadores de sustentabilidade externa do Brasil que se encontram nos níveis mais favoráveis desde o início das séries em 1970: § Razão Dívida Externa Líquida / Exportações § Pagamento de Juros / Exportações § Dívida Externa Líquida / PIB 49

Indicadores de Sustentabilidade Externa – 2000 -2007 dívida externa líquida/exportações de 3, 1 para Indicadores de Sustentabilidade Externa – 2000 -2007 dívida externa líquida/exportações de 3, 1 para 0, 4* 3, 1 dívida externa líquida/PIB 36 30 2, 1 24 1, 6 18 % 2, 6 de 32, 7 para 5, 1%* 1, 1 12 0, 6 6 0, 1 0 00 01 02 03 04 05 06 07 (mar) 00 01 02 03 04 05 06 * Menor valor desde o início das séries, em 1970; 2007 – dados estimados. 07 (mar) 50

Pagamento de Juros/Exportações: 2000 -2006 de 29, 0% para 10, 8%* 30 26 % Pagamento de Juros/Exportações: 2000 -2006 de 29, 0% para 10, 8%* 30 26 % 22 18 14 10 2001 2002 2003 2004 2005 * Menor valor desde o início da série, em 1970. 2006 51

Risco Brasil: 2001 -2007 2600 pontos básicos 2100 1600 1100 600 21/5: 143 100 Risco Brasil: 2001 -2007 2600 pontos básicos 2100 1600 1100 600 21/5: 143 100 jan 01 jan 02 jan 03 jan 04 jan 05 Fonte: JPMorgan Chase jan 06 mai 07 52

Risco-País: Diferença Entre Brasil e Outros Países Emergentes (exc. Brasil e Argentina) 1000 pontos Risco-País: Diferença Entre Brasil e Outros Países Emergentes (exc. Brasil e Argentina) 1000 pontos básicos 900 800 700 600 500 400 300 21/5 -6 100 0 -100 jan jul jan 03 03 04 04 05 05 06 06 07 Fonte: JPMorgan Chase 53

Dívida Cambial e Dívida Prefixada em Relação à Dívida Total % dívida cambial doméstica/ Dívida Cambial e Dívida Prefixada em Relação à Dívida Total % dívida cambial doméstica/ dívida total 36, 2 40 42 38 34 30 26 22 18 14 10 6 2 -2 jan 02 dívida prefixada doméstica/ dívida total 35 30 25 20 15 10 -1, 4 5 0 jan 03 jan 04 jan 05 jan 06 abr 07 jan 02 jan 03 Fonte: Banco Central jan 04 jan 05 jan 06 abr 07 54

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial B. Objetivos do Banco Central iv. Decisões de Política Monetária e Possíveis Efeitos Fiscais 55

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Ø O Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial Ø O impacto direto da taxa de juros de curto prazo nas contas públicas é apenas parte do efeito macroeconômico da política monetária Ø A política monetária tem impactos fiscais indiretos, por meio de seus efeitos sobre as expectativas, a inflação, a taxa de câmbio e o crescimento econômico de longo prazo Ø Uma maneira de se avaliar os efeitos fiscais da política macroeconômica é por meio da trajetória da dívida líquida do setor público em relação ao PIB 56

Dívida Líquida do Setor Público/PIB: 2002 -2007 60 56, 0 55 % do PIB Dívida Líquida do Setor Público/PIB: 2002 -2007 60 56, 0 55 % do PIB 52, 4 50 47, 0 46, 5 44, 9 45 45, 0 2006 2007 (mar) 40 2002 (set) 2003 2004 2005 Fonte: Banco Central 57

Fatores Condicionantes da Dívida Líquida do Setor Público (% do PIB) 2003 2004 2005 Fatores Condicionantes da Dívida Líquida do Setor Público (% do PIB) 2003 2004 2005 2006 2007* mar Dívida Líquida Total 52, 4 47, 0 46, 5 44, 9 45, 0 44, 4 Aumento da Dívida/PIB (1+2+3+4+5) 1, 9 -5, 4 -0, 5 -1, 5 0, 1 -0, 5 1. NFSP 4, 5 2, 3 2, 9 0, 5 2, 0 -3, 8 -4, 0 -4, 3 -3, 8 -1, 1 -3, 8 1. 2 Juros Nominais 8, 3 6, 3 7, 3 6, 7 1, 6 5, 8 2. Depreciação Cambial -3, 7 -0, 8 -0, 2 0, 1 0, 2 3. Crescimento do PIB 0, 1 -7, 5 -2, 6 -4, 3 -0, 8 -3, 0 4. Reconhecimento de Dívidas 0, 0 0, 3 0, 2 0, 0 5. Ajustes 1, 0 0, 4 -0, 1 0, 2 1. 1 Superávit Primário Fonte: Banco Central *Projeção 58

Déficit Nominal do Setor Público Consolidado 8 7 %do PIB 6 5 4 3 Déficit Nominal do Setor Público Consolidado 8 7 %do PIB 6 5 4 3 2 jan 99 jan 00 jan 01 jan 02 jan 03 jan 04 Fonte: Banco Central jan 05 jan 06 mar 07 59

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Evolução Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Evolução Recente da Atividade D. Econômica 60

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Econômica v PIB e Demanda 61

Consumo das Famílias: 2003 -2006 em relação a igual trimestre do anterior 5, 3 Consumo das Famílias: 2003 -2006 em relação a igual trimestre do anterior 5, 3 5, 0 5, 1 4, 9 4, 7 4, 3 4, 2 4, 0 4, 1 3, 9 5, 5 4, 5 3, 5 2, 5 % 1, 5 1, 8 0, 9 0, 7 0, 5 -1, 5 -2, 5 -3, 5 1 T 03 -3, 1 3 T 03 1 T 04 3 T 04 1 T 05 Fonte: IBGE 3 T 05 1 T 06 4 T 06 62

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Econômica v Indústria e Vendas 63

Produção Industrial: 2001 -2007 média móvel de 3 meses dessazonalizado, 2002 = 100 118 Produção Industrial: 2001 -2007 média móvel de 3 meses dessazonalizado, 2002 = 100 118 114 110 106 102 98 94 jan jan jan mar 01 02 03 04 05 06 07 Fonte: IBGE 64

Vendas no Varejo: 2001 -2007 média móvel de 3 meses dessazonalizado, 2003 = 100 Vendas no Varejo: 2001 -2007 média móvel de 3 meses dessazonalizado, 2003 = 100 132 128 124 120 116 112 108 104 100 96 jan 01 jan 02 jan 03 jan 04 jan 05 Fontes: IBGE, Banco Central jan 06 mar 07 65

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Econômica v Salário e Emprego 66

Massa Salarial: 2003 -2007 9 8, 4 6, 4 7 4, 6 5 3 Massa Salarial: 2003 -2007 9 8, 4 6, 4 7 4, 6 5 3 1, 9 % 1 -1 -3 -5 -7 -9 -8, 0 2003 2004 2005 Fonte: IBGE 2006 mar 2007 mar 2006 67

Pessoal Ocupado, Rendimento Real e Massa Salarial: 2004 -2006 % anual de crescimento Pessoal Pessoal Ocupado, Rendimento Real e Massa Salarial: 2004 -2006 % anual de crescimento Pessoal Ocupado Rendimento Médio Massa Salarial 2004 3, 2 -1, 2 1, 9 2005 3, 0 1, 6 4, 6 2006 2, 3 4, 0 6, 4 mar 2007 mar 2006 3, 2 5, 0 8, 4 Fontes: IBGE, Banco Central 68

Salário Real e Massa Salarial – 2003 -2007 média móvel de 3 meses 1115 Salário Real e Massa Salarial – 2003 -2007 média móvel de 3 meses 1115 120 118 massa salarial 116 114 salário real (preços reais, deflacionado pelo INPC) 1075 112 110 R$ 1055 108 106 1035 2003 = 100 1095 104 102 1015 100 995 98 jan 03 jul 03 jan 04 jul 04 jan 05 jul 05 jan 06 jul 06 Fontes: IBGE, Banco Central mar 07 69

Taxa de Desemprego: 2002 -2007 13, 2 2003 12, 2 2002 % 11, 2 Taxa de Desemprego: 2002 -2007 13, 2 2003 12, 2 2002 % 11, 2 10, 2 2006 2007 2004 2005 9, 2 8, 2 jan fev mar abr mai jun jul Fonte: IBGE ago set out nov dez 70

Criação de Empregos Formais: 1995 -2007 acumulado em 12 meses 2, 0 1, 5 Criação de Empregos Formais: 1995 -2007 acumulado em 12 meses 2, 0 1, 5 média 2004 -2007: 1. 272 mil média 2003: 667 milhões 1, 0 0, 5 média 1995 -2002: 33 mil 0, 0 -0, 5 -1, 0 jan jan jan abr 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego 71

Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Prestação de Contas - LRF Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial C. Atividade Econômica v Investimento 72

Formação Bruta de Capital Fixo: 1999 -2006 dessazonalizado, 1995=100 125 120 115 tendência polinomial Formação Bruta de Capital Fixo: 1999 -2006 dessazonalizado, 1995=100 125 120 115 tendência polinomial 110 105 100 95 90 1 T 99 1 T 00 1 T 01 1 T 02 1 T 03 1 T 04 Fonte: IBGE 1 T 05 1 T 06 4 T 06 73

Absorção Doméstica de Bens de Capital: 1999 -2007 média móvel de 3 meses dessazonalizado, Absorção Doméstica de Bens de Capital: 1999 -2007 média móvel de 3 meses dessazonalizado, 2002=100 142 134 126 118 110 102 94 86 jan 99 jan 00 jan 01 jan 02 jan 03 jan 04 jan 05 Fonte: Banco Central jan 06 mar 07 74

Insumos da Construção Civil: 2003 -2007 dessazonalizado, jan 2003 = 100 110 106 102 Insumos da Construção Civil: 2003 -2007 dessazonalizado, jan 2003 = 100 110 106 102 98 94 90 jan 03 ago 03 mar 04 out 04 mai 05 Fonte: IBGE dez 05 jul 06 mar 07 75

Banco Central: Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial e Impacto Fiscal de suas Banco Central: Objetivos das Políticas Monetária, Creditícia e Cambial e Impacto Fiscal de suas Operações Maio de 2007 76